Operação do Exército para combater criminalidade tem base na Dutra, no Sul do Rio

Segundo o exército, são 3 mil militares ocupando as rodovias do estado. Ação visa cumprir o decreto da "Garantia da Lei e da Ordem" e bloquear, controlar e fiscalizar os acessos em Itatiaia e em Resende.



Uma operação do exército para cumprir o decreto da "Garantia da Lei e da Ordem" começou na noite desta segunda-feira (19). Um dos pontos ocupados pelos militares é a Via Dutra, em Itatiaia e em Resende, no Sul do Rio de Janeiro, próximo a divisa com o estado de São Paulo.

Aproximadamente, 150 homens ocupam o trecho. O objetivo é garantir o controle da estrada. A ação conta com o apoio das polícias Rodoviária Federal e Estadual, e agentes da Civil, Militar, e a Força Nacional/Senasp.

Segundo a assessoria de Segurança Pública, a fiscalização estava programada desde 2017, com a assinatura do decreto, realizada no dia 28 de julho. Ela visa combater o tráfico de armas e tráfico de drogas.
Em nota, a secretaria informou ainda que as Forças Armadas realizam o bloqueio, controle e fiscalização dos principais acessos rodoviários nas divisas do estado. Além da Via Dutra, as Forças Armadas estarão na BR-101 (Rodovia Rio-Santos) e na BR-040.
Ao todo, estão disponíveis para as operações três mil militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), com apoio de veículos blindados e aeronaves. A assessoria informou ainda que alguns trechos da ocupação podem ser totalmente interditados, caso necessário.

Intervenção federal no Rio após aumento da violência

A ação é considerada a primeira do exército no Rio de Janeiro, após o anúncio da intervenção federal na área da segurança do estado. A responsabilidade do comando das Polícias Civil e Militar no estado do Rio pelos militares foi assinada pelo presidente Michel Temer na sexta-feira (16).
A medida prevê que o general do Exército Walter Souza Braga Netto, do Comando Militar do Leste, será o interventor no estado. Ele assume até o dia 31 de dezembro de 2018 a responsabilidade do comando.
Após registros de violência e caos no carnaval do Rio, o governador Luiz Fernando Pezão admitiu falha no planejamento da segurança.

Fonte:G1
Foto por: Anderson Sobrinho

Websérie “Desatando Nós” retrata os diferentes tipos de relacionamentos

Profissionais da região Sul Fluminense fazem parte do projeto A diversidade de relacionamentos conjugais no mundo contemporâneo e t...